Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Casa Brasil-Angola investe em atividades literárias

A Casa de Cultura Brasil – Angola, instituição integrante da Rede Brasil Cultural, realizou, mais uma edição do Café Literário, debates trimestrais em torno da obra de um autor ou assunto literário. Dessa vez o tema debatido tratou dos "Desafios da Nova Produção da Literatura Contemporânea Brasileira” e reuniu cerca de 70 participantes. O escritor, jornalista e editor brasileiro Roberto Leal, convidado como debatedor, aproveitou a ocasião para fazer o lançamento de seu novo livro: C’alô & Crônicas Feridas.

As crianças também foram contempladas com uma atividade, as rodas de leituras, em alusão ao dia Internacional da Literatura Infantil. A leitura, para 30 crianças de uma escola pública, foi feita pela renomada escritora angolana, Maria Celestina Fernandes, que leu trechos de seus livros "A filha do Soba" e "A Lagoa Misteriosa" e também do clássico "Contos de Abndersen".

A programação faz parte do projeto Sopa de Letrinhas, desenvolvido quinzenalmente, que visa incentivar o hábito da leitura. Esse projeto foi criado em 2009 e já beneficiou milhares de crianças, já que é realizado na Casa de Cultura Brasil-Angola, e também, eventualmente, em escolas, orfanatos e fundações.

 

O Café Literário teve a participação do escritor Roberto Leal

 

  

Crianças angolanas de uma escola participaram da roda de leitura

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página