Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Peruanos procuram o português como segunda língua

Tem aumentado significamente o número de peruanos que procuram cursos de português, motivados pelo estreitamento das relações comerciais entre Brasil e Perú. A informação consta de reportagem publicada no encarte sobre idiomas do jornal "El Comercio", principal veículo diário da imprensa escrita peruana.

De acordo com a matéria, o Centro Cultural Brasil-Peru (CCBP) é o "ponto referencial de ensino do Português" e o único centro aplicador do Celpe-Bras em Lima, a prova de proficiência na língua portuguesa reconhecida pelo governo brasileiro.

Sob uma perspectiva empresarial, a matéria atribuiu o aumento da procura pela língua ao incremento do comércio entre os dois países e ainda cita levantamento realizado pela revista Forbes de que 25 das 2 mil maiores empresas mundiais têm matriz no Brasil. Segundo o texto, o conhecimento do idioma reforça as oportunidades de negócios com o Brasil e de empregos em firmas brasileiras.

Ainda de acordo com a matéria do El Comercio, o aprendizado do português leva, em média, 40 por cento menos tempo que o inglês. Frisa, finalmente, que o curso completo no CCBP tem dois anos de duração e habilita os estudantes a falar e escrever o português com fluência.

 

 

Centro Cultural Brasil-Perú é referência no ensino de português no país

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página