Portal do Governo Brasileiro

Pular navegação e ir direto para o conteúdo

O Centro Cultural Brasil-Moçambique ofereceu, nos dias 24 a 26 de maio de 2016, um curso de design e artesanato brasileiros.

Iniciativa da designer brasileira residente em Moçambique Rebeca Melo, o curso teve como conteúdo o estudo das influências mútuas entre o design e o artesanato brasileiro e moçambicano, por meio de aulas teóricas e práticas, com destaque para o bordado nordestino e sua correlação com técnicas utilizadas em Moçambique.

                                                      

O Centro Cultural Brasil-Moçambique recebeu, entre os dias 21 e 28 de maio de 2016, apresentação do musical Niketche, baseado no livro "Niketche. Uma História de Poligamia", da renomada escritora moçambicana Paulina Chiziane, ganhadora do prêmio José Caveirinha de Literatura.

O título do musical, apresentado pelo grupo moçambicano, que ensaia periodicamente nas instalações do CCBM, refere-se a uma dança tradicional praticada no norte de Moçambique.

 Confira imagens do evento AQUI.

 

                                                    

O Centro Cultural Brasil-Moçambique lançou, no dia 11 de maio de 2016, o CineClube Brasil-Moçambique, com a exibição do filme "Central do Brasil".

Trata-se de uma iniciativa que visa à criação de um espaço de divulgação da produção cinematográfica brasileira e moçambicana, com sessões semanais às 18 horas.

Outras duas sessões semanais ocorreram no dia 18 de maio, com a exibição de "Cidade de Deus", e no dia 25 de maio, com o filme "Línguas, Vidas em Português".

 

 

                                     

O Centro Cultural Brasil-Moçambique inaugurou, no dia 6 de maio de 2016, a exposição "Cidades Irmãs: Brasil-Moçambique", organizada em parceria com a XVI Conferência do Observatório Internacional da Democracia Participativa (OIDP), que teve lugar na cidade da Matola, vizinha a Maputo, nos dia 4 a 6 de maio.

O evento contou com a participação de delegações de cidades de 40 países.

                                                           

No dia 15 de novembro de 2015, Moçambique e Brasil completaram 40 anos de relações diplomáticas. Para comemorar a data, a Embaixada do Brasil em Maputo e o Centro Cultural Brasil-Moçambique (CCBM) realizarão, até o dia 19, uma série de eventos culturais que pretendem explorar a convergência de objetivos e da identidade cultural do Brasil e de Moçambique.

A partir do domingo, 15/11, as principais redes de televisão de Moçambique irão veicular cinco vídeos com depoimentos colhidos especialmente para celebrar os 40 anos da relações diplomáticas entre Moçambique e Brasil. O antigo Presidente de Moçambique, Joaquim Chissano; o Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Jorge Ferrão; o Ministro da Cultura e Turismo, Silva Dunduro; o Reitor da Universidade A Politécnica, Lourenço do Rosário; e a ex-bolsista moçambicana Iva Garrido ofereceram suas impressões sobre as relações entre Moçambique e Brasil e suas perspectivas para o futuro. Os vídeos serão transmitidos por canais moçambicanos de televisão aberta até o final da próxima semana.

No dia 17, às 17hs, o Centro Cultural Brasil-Moçambique inaugura a exposição "Moçambique e Brasil - 40 anos de amizade", organizada em parceria com o Ministério da Cultura e Turismo de Moçambique. A exposição reúne onze artistas moçambicanos contemporâneos, cujas carreiras aproximaram-se do Brasil de forma significativa. O CCBM contará com obras do Ministro da Cultura e Turismo, Silva Dunduro, e de Carmem Maria, Chica Sales, Gonçalo Mabunda, Jorge Dias, Marcos Muthewye, Mauro Pinto, Naguib, Victor Sousa, Xavier M'beve e Xikhossa. A exposição celebra também o papel do Centro Cultural Brasil-Moçambique como ponto de encontro das artes brasileira e moçambicana na capital moçambicana .

No dia 19, em evento oficial para convidados, a cantora brasileira Ana Costa se apresenta no Hotel Polana acompanhada do trio Bico de Lacre. Ana Costa tem três discos gravados e é uma das principais expoentes da nova geração de cantoras de samba no Brasil. Foi indicada duas vezes como melhor cantora de samba no Prêmio da Música Brasileira e foi eleita Revelação no 5º Prêmio Rival Petrobras de Música. No dia 20, Ana Costa irá figurar entre os convidados do show do músico angolano Matias Damásio no campo do Maxaquene.

Para fechar as iniciativas em comemoração aos 40 anos das relações diplomáticas entre Moçambique e Brasil e dos 40 anos de independência de Moçambique, a Embaixada do Brasil irá doar ao Município de Maputo uma escultura do renomado artista plástico brasileiro Darlan Rosa. Rosa possui obras em espaços públicos em Alemanha, Canadá, França, El Salvador, Jordânia e Palestina, além de diversas obras no Brasil. A escultura será instalada nas imediações da praça Robert Mugabe, na Baixa, ao longo das próximas semanas. A cerimônia de doação, em data a ser confirmada, contará com a presença do artista.

 

Para celebrar o Dia da Língua Portuguesa, comemorado no Brasil em 5 de novembro, o Centro Cultural Brasil-Moçambique (CCBM) homenageou a escritora brasileira Madu Costa, que lançou na ocasião seu livro infantil "Embolando Palavras", com a participação do grupo moçambicano Kuphaluxa.

Em sua passagem por Moçambique, a escritora - que tem entre seus livros infantis “Meninas Negras”, “A Janta da Anta”, “Koumba e o Tambor Diambê”, “Cardaços desamarrados”, “Zumbi dos Palmares”, “Caixa de surpresa”, e “Lápis de cor” - visitou escolas da cidade da Matola, na região metropolitana de Maputo, e participou do I Festival "Literatas", organizado por grupo de escritores moçambicanos que tem fortes vínculos com o CCBM.

Os livros da escritora Madu Costa fazem parte do acervo da biblioteca infantil do CCBM, venha visitar a biblioteca e conhecer a obra desta escritora.