Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Centro Cultural Brasileiro apoia trabalho de ONGs do Suriname

Membros de ONGs do Suriname que atuam na defesa dos direitos de crianças e adolescentes e no apoio a mulheres vítimas de violência estão aprendendo o português. Dessa forma poderão dar acolhimento a vítimas brasileiras neste país fronteiriço com o Brasil. As vagas foram disponibilizadas pelo Centro Cultural Brasil-Suriname desde o final do ano passado e já estão dando frutos positivos.

No dia 2 de julho deste ano a coordenadora de projetos do Centro de Defesa da Criança e Adolescente (CEDECA) Emaús, ONG brasileira com base em Belém, esteve na Embaixada do Brasil em Paramaribo, para relatar o apoio ao cidadão brasileiro, em cooperação com ONGs surinamesas.

A dificuldade da barreira linguística – a língua oficial do Suriname é o holandês,  está bem encaminhada. O Centro Cultural continuará oferecendo vagas para que os membros das ONGs possam dar um bom acolhimento à vitimas brasileiras.

Projeto “EMAUS” promove seminário sobre imigração no Suriname

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página