Portal do Governo Brasileiro

Pular navegação e ir direto para o conteúdo

  O Centro Cultural Brasil-Bolívia (CCBB) realizou, em julho, o "Seminário de Atualização de professores e preparo de material didático", ministrado pela professora Regina Dell'Isola, coordenadora do curso de especialização em língua portuguesa da Universidade Federal de Minas Gerais. O seminário foi direcionado ao corpo docente do CCBB, com objetivo de debater técnicas para a preparação de materiais didáticos adequados ao ensino de português como língua estrangeira. Durante o evento, a professora privilegiou a abordagem sociointeracionista, que destaca o texto como unidade fundamental no desenvolvimento da comunicação e interação em língua portuguesa. Trabalhou-se, ainda, no preparo do professor para elaborar tarefas comunicativas para os diversos níveis do curso de idioma. Um dos objetivos centrais do seminário foi o desenvolvimento de material para alunos falantes do espanhol. Os professores também tiveram a oportunidade de se atualizarem sobre os novos parâmetros de

  Mais de 300 pessoas passaram no Centro Cultural Brasil – Bolívia (CCBB), em La Paz, para acompanhar a edição 2014 do "Larga Noche de Museos". O evento ocorreu no dia 17 de maio e foi organizado em parceria com o Governo Municipal de La Paz. As atividades foram abertas pelo Secretário de Cultura de La Paz, Walter Gómez, e posteriormente foi realizada uma oficina de origami. A professora Suely Aguiar, do CCBB, conduziu as aulas da oficina, que atraiu crianças e adolescentes. Uma apresentação do grupo de capoeira "Cordão de Ouro" reuniu mais de 100 pessoas na praça em frente à sede do CCBB. O grupo encerrou com a apresentação do estilo "maculelê". A exposição "Suicídio no Pão de Açúcar", do artista plástico boliviano André Pereira Paz, chamou bastante atenção dos visitantes e durou mais de duas semanas. O

No segundo semestre de 2013, mais de 400 alunos matricularam-se nos cursos de português oferecidos pelo Centro Cultural Brasil-Bolívia (CCBB), em La Paz. A instituição oferece cursos de português regulares em seis níveis e cursos intensivos em dois módulos, bem como um curso preparatório para o CELPE-Bras. Quase 200 candidatos inscreveram-se para o exame de certificação em língua portuguesa, sendo que, entre os alunos do CCBB, 93% foram aprovados. Um total de 61 bolsas parciais e 3 bolsas integrais foram concedidas durante o segundo semestre de 2013.
Foi inaugurada nova sede do Centro Cultural Brasil-Bolívia (CCBB), no dia 19 de setembro, em tarde marcada por atrações organizadas pelos alunos do centro. Apresentações musicais feitas por docentes, com canções de Toquinho, Carlinhos Brown e Tim Maia, e sessão de contação de histórias, da qual fez parte um ex-aluno do CCBB, marcaram as festividades. A tarde encerrou-se com uma apresentação de vídeo sobre a história do CCBB, preparado por alunos. O vídeo será em breve divulgado na página do CCBB e da Rede Brasil Cultural. Confira mais aqui
Entre os dias 4 e 9 de junho, realizou-se o 11° Festival de Histórias em Quadrinhos "Viñetas com Altura", no Centro Cultural Brasil-Bolívia. Duas oficinas foram ministradas pelo quadrinista brasileiro Renato Guedes. A primeira foi voltada a crianças e adolescentes. Apesar do destaque dado a trabalhos brasileiros, foram expostas obras de quadrinistas bolivianos e de demais artistas internacionais. Na segunda, no dia 8 de junho, mais de 20 pessoas, de diferentes faixas etárias, compareceram à oficina no CCBB. Renato Guedes convidou o chileno Nicolás Cuevas para participar do evento. Os dois artistas ensinaram aos participantes técnicas básicas de desenho de personagens.   A convite da organização do festival, a Embaixada do Brasil em La Paz, de que faz parte o CCBB, fez-se representar em jantar no qual estiveram presentes, além do quadrinista brasileiro, profissionais de Itália, Equador, Alemanha, Peru, Chile

No dia 11 de maio, o Centro Cultural Brasil-Bolívia (CCBB) participou do evento "Larga Noche de Museos", em La Paz, pela segunda vez consecutiva. Com programação das 17h às 22h, o CCBB contou com oficinas de origami e desenho, apresentações de contadores de histórias e de grupo de música formado por alunos de universidade local, mostra de cartazes preparada pelos alunos e a exposição "Portinari, Drummond", composta por reproduções de desenhos do pintor paulista e por poemas do escritor mineiro. A oficina de origami, ministrada pela professora Suely Aguiar Albuquerque, durou cerca de duas horas e atraiu crianças e adolescentes. Paralelamente, foi oferecida oficina de desenho e ilustração, a cargo do ilustrador boliviano Marco Tóxico, que, coordenou, em 2012, em colaboração com o brasileiro Fábio Zimbres e com a Embaixada do Brasil em La Paz, a Mostra de Ilustradores Bolivianos e