Portal do Governo Brasileiro

Pular navegação e ir direto para o conteúdo

O Centro Cultural Brasil-Guiné Bissau, no dia 4 de maio de 2017 comemorou o Dia da Língua Portuguesa com a presença do Embaixador do Brasil Fernando Apparicio da Silva e do ministro da Educação, Ensino Superior e Investigação Científica da Guiné-Bissau, Sandji Fati. A convite do Instituto Camões, a jornalista e escritora portuguesa Alexandra Coelho deu depoimento sobre a língua portuguesa no Brasil, país onde viveu vários anos como correspondente da agência Lusa. Compareceram embaixadores e representantes do Corpo Diplomático, o diretor-geral do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa, Leopoldo Amado, o procurador-geral da República, António Sedja Man, e vários escritores, entre os quais Maria Odete Semedo, ex-ministra guineense da Educação.      
O Centro Cultural Brasil Guiné-Bissau (CCBGB) realizou cerimônia de lançamento do livro ''Desesperança no chão do medo e dor'', de Tony Tcheka, um dos fundadores da União Nacional de Artistas e Escritores da Guiné-Bissau, considerado nome de referência da literatura guineense. Tcheka integrou várias antologias publicadas não somente na Guiné-Bissau, mas também no Brasil, na França, em Portugal e na Alemanha. Durante o lançamento do livro, houve apresentação de música tradicional guineense do Grupo de Kora, assim como a criação da tela ''Guiné Enforcada'', pelo artista plástico Ismael Djata, em representação do sofrimento passado pelo país. Estiveram presentes cerca de 150 pessoas, número superior à capacidade do centro cultural, o que demonstra o reconhecimento alcançado pelo autor.         
O auditório do Centro Cultural Brasil Guiné-Bissau foi palco, em outubro, do lançamento do livro de poesias "O Recado", de Hilário Insame Júnior, que já foi vencedor de concursos literários, entre os quais o prêmio literário José Carlos Schawarz, promovido pela Embaixada do Brasil na Guiné-Bissau. Hilário venceu o concurso no ano 2005, com a poesia "O Recado", que deu nome ao livro. O autor participou outras duas vezes do concurso José Carlos Schawrz, tendo sido premiado em segundo lugar, em 2009, e recebido uma menção honrosa, em 2011. Nascido em Bissau, em 1985, o autor leciona marketing e é presidente do grupo de pesquisas de Ciência de Comunicação e Jornalismo da Universidade Lusófona da Guiné-Bissau.   Capa do livro "O Recado" que foi lançado no CCB-Guiné-Bissau Público que esteve presente no lançamento do livro de Hilário Junior Mesa de

  Cinco jornalistas guineenses se reuniram e produziram o livro "O poder da Voz e a Voz do Poder – Manual para Jornalismo", que foi lançado no mês de julho no auditório do Centro Cultural Brasil Guiné-Bissau (CCBGB). O livro tem o objetivo de fornecer técnicas e instrumentos aos jornalistas populares de Guiné-Bissau, que, em geral, não tem capacitação formal na área. A publicação poderá estimular o desenvolvimento de meios de comunicação comunitários e, assim, fortalecer a sociedade civil no país. Os jornalistas que produziram o livro fazem parte da Rádio Sol Mansi, uma das emissoras de maior audiência no país. Aproximadamente 250 pessoas participaram da atividade de lançamento, entre elas autoridades como o Ministro da Comunicação Social, Dr. Agnelo Regala, e o presidente da Associação de Escritores de Guiné-Bissau, o escritor Abdulais Silá, além de representantes da imprensa e

  O Centro Cultural Brasil Guiné-Bissau (CCBGB) lançou, em julho, o "Prêmio Literário José Carlos Schwarz – Conto e Poesia 2014". Na ocasião, homenageou-se o cantor Aliu Bari, importante músico guineense falecido em 2013.  Cerca de 300 pessoas prestigiaram o evento realizado no Centro Cultural em Bissau. Entre os presentes estava o Ministro da Comunicação Social, Agnelo Regalla, além de representantes do governo, artistas e estudantes. O Prêmio Literário José Carlos Shwarz é o mais importante prêmio literário existente em Guiné-Bissau e presta homenagem a um importante artista local. É uma iniciativa de longa data, já que sua primeira edição remonta ao ano de 1991. Após algumas interrupções, o projeto foi retomado em 2009. No ano passado, obteve um recorde de 70 inscrições. As inscrições para o Prêmio Literário vão até o dia 31 de outubro de 2014. Os três