Portal do Governo Brasileiro

Pular navegação e ir direto para o conteúdo

No dia 24 de outubro de 2016, foram retomadas as atividades do Coral Villa-Lobos , vinculado ao Centro Cultural do Brasil em Barcelona (CCBBcn). Criado em 1995, a cargo da professora Socorro Sena, o Coral havia realizado diversas apresentações em Barcelona e em outras cidades da Catalunha, por cerca de 15 anos. Sua reativação se deu graças ao apoio da "Associação dos Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha" (APEC). A reativação do Coral visa estimular um relacionamento mais amplo entre alunos, ex-alunos, frequentadores do CCBBcn e sócios e amigos da APEC.                                                                                  
A cidade de Barcelona comemorou, no dia 23 de abril, dia especial referente ao patrono da Catalunha, de Sant Jordi (São Jorge, em catalão), data que faz parte do calendário de festas populares da Catalunha. Também celebrou o dia do livro, pois coincide com o dia em que morreram Miguel de Cervantes e William Shakespeare. Este ano, pela primeira vez, o Centro Cultural do Brasil em Barcelona, na Espanha, participou das comemorações com a montagem de um estande de livros localizado em frente à sua sede, em ponto histórico da cidade e local de intenso fluxo de turistas. No estande, voluntários revezaram-se para distribuir livros em português, marcadores de livros produzidos pelos funcionários do Centro Cultural e material de divulgação do Brasil. O dia de Sant Jordi tem importância singular na Catalunha e propicia celebrações que incluem troca de livros

O Centro Cultural do Brasil em Barcelona realiza, entre os dias 12 de dezembro e 30 de janeiro, o ciclo dedicado aos clássicos da literatura brasileira adaptados para o cinema. O evento contou com apoio da Universidade de Barcelona. A professora Tânia Montoro, especialista em cinema e televisão da Universidade de Brasília, realizou palestra de abertura da mostra, oportunidade em que comentou sobre as particularidades brasileiras ao transpor obras literárias para a linguagem cinematográfica. Foram exibidos filmes inspirados em obras de Machado de Assis, Mario de Andrade, Graciliano Ramos, Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Melo Neto, Guimarães Rosa e Jorge Amado, muitos deles de difícil acesso para o público espanhol.  Centro Cultural em Barcelona