Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Curso de Português como Língua de Herança – PLH no Japão

Written by Matheus Félix | Created: Friday, 20 December 2019 15:24

 

Foi realizada em Hamamatsu, a cerimônia de encerramento do módulo I do Curso de Capacitação para Ensino de Português como Língua de Herança – PLH, no dia 9 de novembro. No evento foram apresentados trabalhos interdisciplinares que abordavam diversos aspectos do ensino do PLH no país.

Para o cônsul-geral em Hamamatsu, Ernesto Rubarth, “ a qualidade dos trabalhos apresentados e o entusiasmo demonstrado pelas organizadoras, participantes e público permitem distinguir o grande potencial no ensino do PLH, sobretudo como reforço do aprendizado do segmento infanto-juvenil da comunidade brasileira”. Rubarth Também acredita que o ensino de PLH favorece o “desenvolvimento de habilidades cognitivas, emocionais e artísticas, que pode agir colateralmente como vetor de coesão familiar e integração à comunidade e à sociedade japonesa como um todo, contribuindo, enfim, para o bem-estar no longo prazo”.

 

 

O curso foi organizado pelo International Institute of Education and Culture - IIEC e integra uma iniciativa maior de promoção do PLH, apoiado pelo Itamaraty. O Módulo I, “Teorias e Planejamento”, organizado pelas professoras Adriana Sugino, Luzia Tanaka e Patrícia Garcia, faz parte do esforço em unificar o currículo de ensino de PLH.

 

As professoras e criadoras da iniciativa / Divulgação

 

O módulo I foi desenvolvido pelas professoras em parceria com o IIEC / Divulgação

 

As autoridades consulares presentes entregaram certificados de conclusão e agradeceram às participantes e organizadoras do curso / Divulgação

 

O consulado reiterou a importância do PLH, sendo “prioridade de promoção cultural do Ministério, para a preservação dos vínculos afetivos entre os brasileiros no exterior e seu país de origem, a difusão do conhecimento sobre o Brasil, a melhoria do ensino ministrado às crianças e o cultivo de relações familiares e intracomunitárias harmoniosas” disse o cônsul-geral, que seguirá “estimulando as discussões sobre o tema (PLH) com as colaboradoras do posto e outros interlocutores dispostos, a fim de delinear projetos que possam ser executados no próximo ano”.

 

Os alunos dos cursos de português como Língua de Herança / Divulgação

 

registrado em:
Assunto(s): PLH , Japão
Fim do conteúdo da página